segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

Dois mil e dezas… onde está o sete?!?



Os tempos mudam. Esta aventura começou em 2004 e seguramente não vai acabar em 2017, mas muitas coisas mudaram entretanto.
Destaco que pela primeira vez na sua história, o Bayern Monchique passou um ano (civil) inteiro, sem Arnaldo Martins.

É o primeiro ano sem o contributo do mítico #7, quer na quadra onde o queremos, quer ao menos no banco onde nos contentamos em o ter.

Acredito que voltará, até porque a história do Bayern não vai ficar por aqui…


Os tempos mudam de facto. Desde 2014, altura em que completamos incríveis 85 jogos, que temos vindo a refrear a “intensidade”. Em 2015 foram 72, em 2016 foram 60… e este ano “apenas” 34. Um ano somente superior a 2008 (32) e 2010 (31). Principalmente porque não entramos em qualquer torneio de verão.


Não tenho qualquer dúvida que os tempos mudam. Noutros anos já teria preparado este texto com antecedência e já o teria publicado ontem, na véspera de Natal como sempre faço. Este ano porém, só ontem me lembrei que já era natal e ainda não tinha feito o habitual levantamento estatístico.
Não há problema, isto já se faz em piloto automático.



Os destaques do ano 2017 vão para:

- 3º lugar na Liga Oporto Masters +35, a 12 Janeiro

- Campeão da Liga Power Futsal 2016/17, a 12 Abril
- Melhor Jogador (Zira) e Melhor Marcador (Zira)

- Vencedor da Taça Power Futsal, a 31 Maio
- Melhor Jogador da Final (Tiago) e Melhor Marcador (Tiago)

- 3º lugar no Torneio de Encerramento da LPF, a 28 Junho




Neste ano foram utilizados 23 jogadores, num claro retrocesso em relação aos dois últimos anos, altura em que se utilizaram 30 (2015) e 34 (2016).
Caras novas tivemos cinco.


Os jogadores foram:

Nuno, Tony, Litos, Domingues, Canhão, Norberto, Correia, Pedro, Serginho, Brito, Taboada, Leandro, Zira, Melo, Max, Tiago, Lúzia e Escocês…


Mais os estreantes:

Artur “Preto” – 27 Janeiro [4-2] contra Friends Team, Oporto Futsal Cup
João Tiago – 17 Março [2-7] contra FC Presto, Oporto Futsal League
Márcio Pinto – 27 Junho [2-5] contra G.D.L.U., Torneio Encerramento
Hugo Salvador – 26 Setembro [6-2] contra Dragões Valonguenses, Liga Power Futsal
Adelino Silva – 4 Outubro [3-2] contra G.D.L.U., Liga Power Futsal



Os treinadores foram:

Tózé (13 jogos), Tony (11), Domingues (7), Leandro e Pedro (1 cada)




Marcas individuais

- 2017 foi o ano em que Nuno completou 400 jogos pelo Bayern. Curiosamente tal aconteceu a 25 de Janeiro, dia em que Tony completou 41 anos de idade;
- Max chegou aos 100 jogos;
- Tony e Domingues completaram 300 jogos a entrar no cinco titular;
- Norberto atingiu os 300 golos; Tony 200; Litos 100.




MAIS UTILIZADO(S) DO ANO

Este ano foi Tony quem fez mais jogos (tal como em 2009, 2013, 2014 e 2015). Norberto aparece pela primeira vez no top.
Nuno tinha sido o mais utilizado em 2016, mas este ano esteve presente em meros 16 jogos, contrariando a regularidade dos últimos anos. Também com 16 presenças, esteve Escocês, o guardião mais utilizado, mas já é costume não figurar nenhum guardião neste top, excepção feita a 2008 em que Portero foi mesmo o mais utilizado.

2017 – Tony (30 jogos em 33), Norberto (25), Litos e Domingues (23), Tiago (19)

2016Nuno (47 jogos em 56), Tony (45), Domingues (42)
2015 – Tony (60 jogos em 72), Nuno (59), Domingues (53)
2014 – Nuno, Tony & Domingues (64 jogos em 80)
2013 – Tony & Domingues (36 jogos em 42), Nuno (33)
2012 – Domingues (40 jogos em 43), Tony e Cadu (34)
2011 – Nuno (30 jogos em 35), Tony (27), Domingues (25)
2010 – Domingues (29 jogos em 31), Brito (22), Pedro (21)
2009 – Tony (40 jogos em 51), Canhão (38), Domingues (36)
2008 – Portero (29 jogos em 32), Tony (28), Canhão (26)
2007 – Domingues (39 jogos em 47), Tony & Sá (37)
2006 – Domingues (39 jogos em 42), Arnaldo (38), Nuno (32)
2005 – Arnaldo (36 jogos em 38), Tony (34), Ricardo (29)



MELHOR(ES) MARCADOR(ES) DO ANO

Num parâmetro que tem sido dominado ora por Pedro, ora por Norberto, já depois dos anos dourados de Arnaldo, temos agora uma entrada nova.

2017 – Tiago (29), Norberto (20), Litos (14), Pedro e Zira (13)

2016 – Pedro (40), Norberto (38), Zira (24)
2015 – Norberto (64), Domingues (37), Tony (32)
2014 – Norberto (94), Pedro (49), Domingues (42)
2013 – Norberto (21), Litos (18), Domingues (15)
2012 – Pedro (33), Nuno (23), Domingues (20)
2011 – Pedro (39), Nuno (21), Domingues (16)
2010 – Pedro (48), Brito (17), Arnaldo (13)
2009 – Pedro (49), Cadu (16), Arnaldo (15)
2008 – Norberto (29), Canhão (20), Nunes & Tony (18)
2007 – Pedro (64), Domingues (33), Tony (22)
2006 – Arnaldo (54), Cadu (18), Domingues (16)
2005 – Arnaldo (41), Garcia 28), Ricardo (23)



MELHOR(ES) ASSISTENTE(S) DO ANO

Quando se fala em assistências, pensa-se em Norberto e este ano voltou a ser assim. Tiago também aparece em destaque.

2017 – Norberto (30), Tiago (20), Pedro (15), Brito (12), Zira (10)

2016 – Zira (39), Norberto (24), Brito (20)
2015 – Norberto (81), Zira (23), Pedro & Taboada (20)
2014 – Norberto (77), Pedro (51), Domingues (42)
2013 – Norberto (20), Domingues (18), Tony (12)
2012 – Domingues (24), Cadu (19), Norberto (15)
2011 – Pedro (24), Tony (19), Brito (15)
2010 – Norberto & Pedro (16), Domingues (10)
2009 – Norberto (27), Pedro (23), Tony (14)
2008 – Nunes (23), Norberto (22), Cadu (20)
2007 – Pedro (38), Domingues (28), Norberto (22)
2006 – Arnaldo (29), Cadu (22), Norberto (17)
2005 – Arnaldo (28), Garcia & Ricardo (19)



MELHOR(ES) MÉDIA(S) DO ANO (mínimo 10 jogos disputados)

Tago aparece na lista pela primeira vez e logo em primeiro.

2017 – Tiago (7,68), Zira (7,33), Norberto (7,28), Pedro (7,27), Brito (6,53)

2016 – Pedro (8,33), Norberto (7,60), Zira (7,48)
2015 – Norberto (7,67), Pedro (7,58), Zira (7,46)
2014 – Zira (7,59), Pedro (7,40), Serginho (7,27)
2013 – Norberto (7,22), Brito (6,82), Taboada (6,74)
2012 – Norberto (7,00), Rui Sá (6,40), Chumbo (6,36)
2011 – Pedro (7,06), Taboada (6,68), Domingues (6,38)
2010 – Pedro (7,29), Litos (6,94), Chiquilin (6,80)
2009 – Pedro (7,44), Pascoal (6,96), Norberto (6,65)
2008 – Norberto (7,13), Domingues (6,92), Pedro (6,89)
2007 – Pedro (6,97), Norberto (6,85), Domingues (6,74)
2006 – Norberto (7,54), Pedro (7,38), Pascoal (7,33)
2005 – Litos (6,80), Pascoal (6,74), Garcia (6,59)



MAIS VEZES MELHOR EM CAMPO DO ANO

Após cinco anos de reinado, Norberto dá o lugar a Tiago.

2017 – Tiago (9), Norberto (5), Pedro (4), Domingues (3) Zira (2)

2016 – Norberto (15), Pedro (7), Zira (6)
2015 – Norberto (22), Zira (9), Pedro e Domingues (6)
2014 – Norberto (23), Pedro (12), Zira e Domingues (7)
2013 – Norberto (12), Hugo (4), Sá e Domingues (3)
2012 – Norberto (7), Pedro (5), Cadu (4)
2011 – Chiquilin & Pedro (6), Litos, Domingues & Nuno (3)
2010 – Pedro (11), Norberto (5), Serginho, Brito e Chumbo (2)
2009 – Pedro (11), Norberto (9), Pascoal (6)
2008 – Norberto (7), Cadu (4), Domingues (3)
2007 – Pedro (11), Domingues (7), Norberto (5)
2006 – Norberto (7), Arnaldo (6), Nunes & Domingues (4)
2005 – Arnaldo (7), Domingues (5), Nuno (4)



Pra semana os "Bávaros do Ano"!!!

sábado, 23 de dezembro de 2017

A tradição ainda conta



Bayern volta a golear um Jota zero quatro que ficou a zeros

Os bávaros fizeram um bom jogo e voltaram a golear este J04, que está longe de ser uma equipa fácil de vencer, na linha de outros resultados também a zero contra esta equipa.


Liga Power Futsal (7ª jornada)
13 de Dezembro de 2017, 22 horas

Bayern Monchique, 5
J04, 0

Bayern M. – Salvador; Tony, Norberto (1) e Pedro (1); Litos [cap.] (2).
Jogou ainda: Adelino (1).
TR: António Silva

Ao intervalo: 2-0


Não é a primeira vez que o Bayern deixa o “Jota” a zeros. Na realidade é já a quarta vez em apenas seis confrontos entre estas equipas. Parece já haver aqui uma certa tradição… e outra passa por vencer sempre contra este adversário. Nesses seis jogos, temos um score de 26 golos marcados e apenas 5 sofridos.
Já perdemos contra equipas bem mais acessíveis, mas com o J04 o jogo corre nos sempre bem.

Desta vez o Jota até estava reforçado com Vitor Cardoso, mas os bávaros defenderam tão bem que quase não se deu por ele.

Adelino estreou-se a marcar na Liga (já o havia feito na Taça) e todos os jogadores de campo marcaram o seu golito. Todos excepto Tony, que ainda acertou no poste, mas não conseguiu marcar.

À margem deste jogo, também “noutros campos” as coisas correram de feição para o Bayern. Germina e Dragões de Gaia empataram a zero, permitindo ao Bayern alguma aproximação pontual.

Já esta semana e já a contar para a jornada 8, os Dragões voltaram a derrapar, com novo empate, desta feita a 2 golos com os Vedetas. Já o AD Germina, deu um “trambolhão”, ao perder com este J04 por 3-2.
O Bayern só volta a entrar em campo em 2018, mas em caso de vitória ultrapassa o Germina e fica em igualdade pontual com o Dragões de Gaia.
Claro que o jogo do Bayern é com o sempre difícil “Antas Futsal”, mas esta possibilidade de voltar ao topo, já faz com que o Natal seja mais quente e cheio de esperança. No sapatinho também pode vir uma prenda para o novo ano…




O Filme dos Golos ao minuto

6m     1-0     Livre descaído para a esquerda. Pedro toca para a frente e Adelino na linha de fundo desvia para a baliza apesar do ângulo apertado.

12m   2-0     Roubo de bola de Pedro no meio campo. Vai para a baliza e dispara à entrada da área.


22m   3-0     Norberto rouba a bola ainda no seu meio campo, vai para o ataque com dois adversários a ladeá-lo, foge pelo meio dos dois e ainda finta o guardião para a esquerda, até encostar para a baliza deserta.

23m   4-0     Norberto mete a bola na lateral direita. Pedro simula que recebe mas deixa a bola passar. Ganha a ala e vai até à linha de fundo, onde assiste Litos ao segundo poste.

35m   5-0     No meio, Norberto entrega tenso para Pedro dentro da área, na esquerda e este assiste Litos no poste direito.





A Estrela

Pedro Sousa – nota 8

Está numa forma monstra e com muita vontade. Marcou um golo e assistiu Litos duas vezes.


Os outros bávaros

Tony – 6
Litos e Adelino – 7

Salvador e Norberto – 8

domingo, 10 de dezembro de 2017

Bayern perde terreno


Derrota com adversário directo e tombo na classificação

Mais um “jogo de tripla” que caiu para o lado errado. Não me parece que os Dragões tenham sido mais fortes… apenas foram mais felizes e eficazes. Mas o que conta é a vitória, ou neste caso a derrota do Bayern, que com isto cai para terceiro classificado.


Liga Power Futsal (6ª jornada)
5 de Dezembro de 2017, 23 horas

Dragões de Gaia, 4
Bayern Monchique, 3

Bayern M. – Salvador; Tony, Norberto e Tiago (3); Litos [cap.].
Jogou ainda: Taboada.
TR: António Silva
Disciplina: Tiago (amarelo por agarrar), Salvador (amarelo por falta)

Ao intervalo: 2-1
Marcha do marcador: 2-0; 2-2; 4-2; 4-3




O jogo foi sempre muito equilibrado. O primeiro golo só apareceu aos nove minutos, já depois de as equipas procederem às primeiras substituições. Resultou de uma má decisão de Salvador, que na tentativa de lançar Litos rapidamente no ataque, acabou por possibilitar ao adversário, um remate em zona frontal e com a equipa do Bayern toda desposicionada. Salvador até viria a ser um dos melhores no Bayern, mas a coisa começava mal… e pior ficou passados dois minutos, com Gabriel, claramente o dragão mais perigoso, a fazer o segundo.

Felizmente nem deu tempo aos bávaros de sentirem a pressão de uma desvantagem de dois golos, pois logo de seguida Tiago reduziu.

Até ao intervalo o resultado estabilizou, mas era sempre o Bayern quem tinha mais posse de bola e jogava mais no meio campo contrário. Os de Gaia tinham menos ataques planeados mas eram perigosos no contra ataque.

No segundo tempo Tiago viu logo um amarelo ao primeiro minuto, mas aos oito fez o empate. Era o melhor período do Bayern, sempre em cima da área contrária, pelo que o golo dos Dragões passados cinco minutos, apareceu totalmente contra a maré do jogo.

Restava ao Bayern procurar novo empate, mas voltou a sofrer novo golo, a três minutos do fim, na primeira jogada em que entrou Taboada como guarda-redes avançado.

Nos três minutos que faltavam, o Bayern teve oportunidades suficientes, mas só conseguiu mais um golo…


Nunca o Bayern havia concedido duas derrotas na Liga Power Futsal e apenas vamos com seis jornadas. É sabido que a Liga está bem mais forte e competitiva, mas isso apenas pode servir de motivação para o resto do campeonato. Na próxima jornada encontram-se os dois da frente, Germina e Dragões, pelo que o topo da Tabela pode levar outro abanão, mas o Bayern tem também um jogo muito difícil, contra o J04 que tem os mesmos pontos que os bávaros.





O Filme dos Golos ao minuto

9m     1-0     Má reposição de Salvador, que mete a bola na zona frontal do meio campo. Vitor Freixo ganha a bola, dá dois passos em frente e manda um bico. Salvador ainda toca mas não consegue desviar.

11m   2-0     Perda de bola no meio campo. Gabriel e Norberto chegam ao mesmo tempo à bola, mas é o homem dos dragões quem tem sorte no ressalto e fica sozinho para correr para a área. Salvador sai a varrer, mas Gabriel finta-o e faz golo na baliza deserta.

12m   2-1     Tiago rouba no meio campo e remata forte de fora da área.


28m   2-2     Falta sobre Norberto na zona central, ainda a un três metros da área. Tiago bate em jeito e mete a bola no ângulo superior direito.

33m   3-2     Ressalto de bola na área, com esta a desviar num bávaro e a sobrar para a entrada da área. Meck é mais rápido que Litos e apesar de importunado consegue chutar de primeira.

37m   4-2     Contra ataque rápido dos Dragões, após lançamento lateral no seu meio campo. Moka aparece na área e bate Taboada.

39m   4-3     Tiago vem da esquerda para o centro e faz um remate cruzado.




A Estrela

Tiago Sousa – nota 8

Marcou os três golos da equipa e merecia pelo menos um ponto. Infelizmente viu também o terceiro amarelo na Liga e não poderá ajudar a equipa na próxima partida.


Os outros bávaros

Tony Litos e Taboada – 6

Salvador e Norberto – 7

domingo, 26 de novembro de 2017

Quartos final, check!


Bayern cumpre, sem brilho, mas com segurança

Duas vitórias pela margem mínima, mas as coisas pareceram sempre controladas.  
O segundo jogo merecia mais “concentração”, até porque ainda estava em jogo a passagem de uma equipa… mas no final não se pode argumentar que o Bayern não tenha feito o que lhe competia.

Taça Power Futsal (1ª jornada – pré-eliminatória Grupo D)
22 de Novembro de 2017, 21 horas

Bayern Monchique, 2
Dragões Valonguenses, 1

Bayern M. – Max; Adelino, Nuno [cap.] e Pedro (2); Litos.
Jogaram ainda: Tony e Domingues.
TR: Antonio Silva
Disciplina: Litos (amarelo por agarrar)

Ao intervalo: 1-0
Marcha do marcador: 2-0; 2-1


Quis a sorte que o Bayern ficasse no Grupo D, o mais acessível de todos, já que por companhia tinha o penúltimo e antepenúltimos classificados da Liga. Ainda por cima, tinha a vantagem de jogar no primeiro e no último jogo, tendo assim a possibilidade de rectificar um resultado menos positivo no primeiro encontro. Não foi preciso.

Ainda que sem fazer uma grande exibição, o Bayern esteve sempre no controlo das operações. Marcou cedo, aos seis minutos e manteve-se com essa vantagem ao intervalo, o que parecia um pouco curto.

No segundo tempo voltou a marcar cedo, de novo por Pedro e nunca durante o jogo existiu a sensação de que poderia perder o jogo…
A quatro minutos do fim os homens de Valongo chegaram ao golo e aí assim, as coisas ganharam mais emoção. Ganharam também mais agressividade já que os Dragões chegaram nesse período, à quarta falta. Nesta pré-eliminatoria especial de Taça, com jogos de apenas 15 minutos para cada lado, a quinta falta já daria um livre sem barreira. Já não houve tempo para tal e o Bayern venceu por 2-1.

Vitória justa embora por números escassos.





O Filme dos Golos

6m     1-0     Passe de Nuno para Pedro na esquerda e este puxa bem para o meio e vai rematar em zona frontal, mais em jeito que em força.


20m   2-0     Fotocópia do primeiro golo, exactamente com os mesmos protagonistas, mas desta vez um pouco mais afastado da baliza e com Pedro a ter de caprichar na potência do remate.

26m   2-1     Bola metida na esquerda e remate de primeira de Paulo Ribeiro, com o pé direito. A bola sai com trajectória perfeita, a entrar junto à barra.


A Estrela

Pedro Sousa – nota 7

Marcou os dois golos e isso só bastava para se destacar, mas foi mais que isso...


Os outros bávaros

Todos nota 6






Taça Power Futsal (3ª jornada – pré-eliminatória Grupo D)
22 de Novembro de 2017, 22,25 horas

All Stars Futsal, 3
Bayern Monchique, 4

Bayern M. – Max; Litos (1), Brito (2) e Pedro; Domingues.
Jogaram ainda: Adelino (1), Nuno [cap.] e Tony.
TR: Antonio Silva

Ao intervalo: 1-2
Marcha do marcador: 1-0; 1-2; 2-2; 2-4; 3-4


Com o empate no “louco” jogo anterior, o Bayern já estava apurado para os quartos de final da Taça. Faltava saber em que lugar e quem o acompanhava. Os Dragões estiveram a vencer por 4-2, mas permitiram que o All Stars empatasse a partida. Restava aos Dragões que o Bayern vencesse o All Stars por mais que um golo. Não parecia difícil…

O jogo ficou logo interessante com o All Stars a abrir a contagem logo no primeiro minuto. Max já não jogava há 4 meses e isso (normalmente) tem consequências.

Até ao fim da primeira parte as coisas entraram nos eixos. Litos marcou aos cinco minutos e aos nove, Adelino estreou-se a marcar pelo Bayern.
Com este resultado, Dragões e All Stars estavam perfeitamente empatados, mas faltavam 15 minutos e por certo o Bayern marcaria mais golos…

A segunda parte abriu logo mal. Não foi na primeira jogada mas foi aos dois minutos. Desta vez falhou Tony e o veteraníssimo Mário empatou a partida.

O Bayern não precisava de vencer mas era uma questão de honra. Queria ganhar o jogo e foi para cima do adversário. Passados três minuto e Brito colocou a equipa na frente. Depois disso, foram 10 minutos de aperto para o All Stars, enquanto de fora os Dragões torciam pelo golo do Bayern que os colocaria na ronda seguinte. O golo apareceu a um minuto do fim. Um dos mais festejados pelos mais novos “adeptos do Bayern”, qual catarse colectiva.

Os Dragões estavam assim apurados. Não por mérito próprio pois deviam ter ganho o jogo anterior, mas sim por mérito do Bayern. O problema é que faltava um minuto e nesse minuto as coisas andaram para trás. Desta vez com culpa de Nuno que falhou um passe e permitiu que o All Stars tivesse um remate em zona frontal. Max também não ajudou e o jogo ficou 3-4.

O Bayern passou com 6 pontos; o All Stars passou com um ponto apenas, mas com mais golos marcados que o Dragões Valonguenses. Nos quartos o Bayern vai encontrar o Vedetas, com quem perdeu para a Liga. Mas isso é só em Janeiro.




O Filme dos Golos

1m     1-0     Remate de fora de Bruno Silva, de bico. A bola enrola e Max é surpreendido deixando-a escapar por entre as mãos.

5m     1-1     Canto de Brito na direita. Litos apanha bem a bola e o remate sai fulminante.

9m     1-2     Pressão alta de Brito que resulta na recuperação de bola. Pedro conduz o contra-ataque pelo meio e toca para Adelino que aparece pela esquerda, penteia e atira para a baliza. A bola ainda bate no guardião antes de entrar.


17m   2-2     Ressalto de bola, com esta a subir no ar. Tony vai para cortar, mas a bola bate com efeito no chão e foge-lhe. Mário aproveita o lanço e à meia volta faz grande golo.

20m   2-3     Ataque em superioridade numérica. Pedro vai da esquerda para o meio e quando se esperava o passe para Tony na área, deixa de calcanhar para Brito que aparece pela esquerda e chuta. Grande golo!

29m   2-4     Passe tenso de Pedro, para o segundo poste, com Brito a encostar.

30m   3-4     Pressão junto à área dos bávaros. Nuno tenta tabelar de primeira, mas permite a intercepção. Na frente da área Diogo remata e... Max podia ter feito melhor.



A Estrela

Mário Brito – nota 7

Apareceu cheio de vontade para o segundo jogo e esteve nos golos todos. Tocou para Litos no canto, roubou a bola que deu o golo a Adelino e na segunda parte fez os dois golos que deram a vitória ao Bayern.


Os outros bávaros

Max, Nuno e Tony – 5
Litos, Domingues e Adelino – 6

Pedro – 7

domingo, 12 de novembro de 2017

Puro entretenimento


Festa de golos num jogo descontraidamente de ataque

Não foi o típico jogo de futsal, pelo menos no que diz respeito ao Bayern, que concedeu demasiados golos a um adversário frágil. Falou mais alto a vertigem do golo e aproveitou Norbrto para marcar cinco.


Liga Power Futsal (5ª jornada)
8 de Novembro de 2017, 21 horas

Bayern Monchique, 9
União F. C., 4

Bayern M. – Salvador; Brito, Norberto (5) e Pedro (2); Leandro (1).
Jogaram ainda: Tony [cap.] e Domingues (1).
TR: Pedro Domingues

Ao intervalo: 4-2
Marcha do marcador: 1-0; 1-1; 4-1; 4-2; 7-2; 7-4; 9-4




Encontraram-se o primeiro e o ultimo e obviamente dificilmente haveria outro resultado que não a vitória dos campeões.

O jogo teve pouca história, para além da réplica interessante dada pelos homens de Espinho, que aproveitaram alguns espaços, pouco habituais quando se joga contra os bávaros, para fazer o seu recorde de golos esta época.

Ao intervalo registava-se um “equilibrado” 4-2, valendo uma entrada muito forte dos bávaros na segunda parte, para “pôr as coisas nos seus lugares”, com 3 golos. O resto aconteceu com naturalidade…

Neste mês de Novembro segue-se uma pré-eliminatoria especial de Taça, com dois jogos na mesma noite, contra o All Stars e este mesmo União. Depois disso um grande confronto para a Liga, já em Dezembro, quando encontraremos os Dragões de Gaia, equipa que tem menos um jogo neste momento, mas que se vencer ess partida em atraso, ficará um ponto à frente do Bayern.




O Filme dos Golos

1-0     Na linha de fundo, João tenta driblar Norberto, mas este rouba-lhe a bola e assiste Pedro para um remate na zona central.

1-1     Canto para a União. Falta de marcação na área, com Tony a deixar fugir o seu adversário nas costas e a bola é metida directamente para o segundo poste, com Hernâni a cabecear.

2-1     Salvador entrega para Norberto, este corre para o ataque, dribla da esquerda para o centro e em zona frontal manda um bilhete.

3-1     Na esquerda, Leandro passa a Norberto, na posição de pivot. Norberto calca e deixa para Leandro bater forte.

4-1     Saída de baliza com Salvador a deixar para Norberto. Este avança até ao meio campo e apercebendo-se do adiantamento do guardião, faz um chapéu inesperado e perfeito.

4-2     Golo de Rui.


5-2     Canto para o Bayern do lado direito. Pedro mete tenso na área e Norberto remata de primeira.

6-2     Fotocópia do anterior mas do lado esquerdo. Pedro mete na área e Norberto faz o golo.

7-2     Norberto passa a Tony na esquerda e este mete a bola no fundo, em Pedro que dribla para dentro e remata cruzado.

7-3     Contra-ataque da União, com a bola metida para as costas da defensiva bávara. Norberto vai ao choque com João, mas este aproveita a saída de Salvador da baliza, para lhe desviar a bola.

7-4     Golo de Rui.

8-4     Bola metida ao segundo poste. Norberto desvia para a baliza mas Alex corta com a mão e é expulso. O próprio Norberto cobra o penalty com remate fortíssimo para o meio.

9-4     Passe de Pedro para Leandro na direita. Leandro devolve para o meio e Pedro assiste Domingues encostado ao poste esquerdo.




A Estrela

Norberto Sousa – nota 9

Participação directa em 7 dos 9 golos da equipa e uma “Manita” de golos, daquele que foi o melhor marcador da Liga há duas épocas atrás. Não é recorde pessoal, pois já marcou 6 e até 9 golos num jogo, mas faz com que seja já o melhor marcador dos bávaros esta época.


Os outros bávaros

Brito, Leandro, Tony e Domingues – 6
Salvador – 7

Pedro – 8

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Travados


Vedetas marcaram a seis minutos do fim

Bayern deu um “passo atrás”, depois de na jornada anterior se ter isolado na liderança. Nada de dramático, já que ainda vamos no inicio da competição, mas não deixa de ser incomum para os bávaros, nesta competição que estão habituados a dominar.


Liga Power Futsal (4ª jornada)
25 de Outubro de 2017, 21 horas

Vedetas F. C., 2
Bayern Monchique, 0

Bayern M. – Salvador; Tony, Pedro e Tiago; Litos [cap.].
Jogaram ainda: Adelino e Domingues.
TR: António Silva
Disciplina: Pedro (amarelo por falta)

Ao intervalo: 0-0


O jogo foi muito equilibrado, sendo decidido em pormenores. Luís Costa foi um “por maior” na baliza contrária, parando tudo e os Vedetas acabaram por ser mais felizes, mantendo-se fiéis à estratégia delineada e matando o jogo nos últimos minutos. Não podemos esquecer que esta foi a única equipa a vencer o Bayern, na época passada, mas numa fase (penúltima jornada) em que tudo já estava decidido, acabando por garantir assim o terceiro lugar.

O jogo foi de facto extremamente equilibrado. Bem mais do que o resultado indica. As duas equipas foram cautelosas. Na primeira parte o Bayern só teve duas oportunidades claras de golo, ambas por Tiago, aos doze e dezoito minutos. Os Vedetas tiveram outras tantas, ou menos ainda…

Na segunda parte o Bayern já esteve mais por cima e se calhar por isso acabou por perder. A meio do segundo tempo, Pedro meteu a bola com perigo na área. Litos emendou mas o guardião Luis nunca deixou que a bola entrasse.
Depois desse lance foi Adelino, que conseguiu isolar-se no um para um e correu meio campo com a bola, pela ala esquerda, mas depois ouviu Litos a pedir bola do outro lado… e acabou por “respeitar” demasiado o capitão, não se decidindo antes pelo remate, que seria o mais indicado na posição que estava. O lance acabou por se perder…

O Bayern era bem mais perigoso e dominador nesta fase e talvez por isso, acabou por “abrir algumas brechas”. Num desses lances Daniel apareceu sozinho e rematou para o primeiro golo.
Pouco depois apareceu o segundo num lance com algumas culpas para Salvador…

O Bayern arriscou e Domingues entrou para guardião avançado. Os bávaros montaram cerco à área contrária, mas o golo não surgiu. Ainda houve um penalty por assinalar, por mão de um defesa, na área, mas isso também já foi no ultimo minuto e provavelmente não teria alterado da forma necessária o resultado.

Com esta derrota o Bayern mantém o primeiro posto, mas apenas à condição, já que os Dragões de Gaia (a par dos Vedetas), ainda não perderam e tem um jogo em atraso por concluir.



O Filme dos Golos ao minuto

36m   1-0     Contra-ataque rápido dos Vedetas, com o passe de Filipe para a meia direita. De primeira, sem ajeitar, Daniel arranca um remate em arco, da linha de área, que dificilmente alguém travaria.

38m   2-0     Canto curto na direita. Claudio recebe e remata de bico, apesar do defesa na sua frente e do pouco ângulo. O certo é que a bola passa a oposição e vai-se anichar no canto inferior mais afastado da baliza, surpreendendo Salvador.




A Estrela

Pedro Sousa – nota 7

Jogou mais recuado que o habitual, mas não deixou de almejar a baliza contrária. Infelizmente não era dia de fazer golos…


Os outros bávaros

Salvador, Tony, Litos, Adelino e Domingues – 6

Tiago – 7