sábado, 12 de abril de 2014

“This is Bayern!!!”

 

Tony completou 300 jogos e nem uns verdadeiros Titãs estragariam esta festa

Não foi um grande jogo, longe disso. O adversário era modesto, nada condizente com a auto-denominação de Titãs, pelo que o resultado não surpreende mas só na segunda parte se viu um Bayern à sua imagem, altura em que conseguiu um parcial de seis golos sem resposta. A festa no entanto era outra e tinha a ver com os 300 jogos de Tony. O golo que marcou a 2 minutos do fim “explodiu” com a bancada.  


2ª Super Liga Masterfoot (5ª jornada)
7 de Abril de 2014, 23 horas

Os Titãs, 1
Bayern Monchique, 7

Jogo no Futsal Arena

Bayern M. – César; Tony (1), Nuno [cap.] (1) e Domingues (2); Norberto (2).
Jogou ainda: Leandro (1).
TR: Tózé Ribeiro

Ao intervalo: 1-1
Marcha do marcador: 0-1; 1-1; 1-7



O primeiro defrontava o último pelo que se esperava uma goleada, mas ao intervalo havia um mero empate a um golo. Norberto abriu cedo o marcador, aos 2 minutos, mas depois seguiu-se um “rame-rame” muito previsível e sem qualidade. Obviamente os Titãs tentaram defender bem recuados e o Bayern não demonstrava arte para entrar na área. O golo do empate, a meio da primeira parte, num remate (ou passe) enrolado e estranho que passou por toda a gente incluindo por César, enervou um pouco a equipa bávara.


O segundo tempo foi bem diferente. Nuno marcou ainda com poucos segundo de jogo e a confiança voltou a encarreirar o jogo da equipa. Norberto ampliaria cinco minutos depois e nos últimos oito a dez minutos consumou-se a goleada.


A festa principal deu-se a dois minutos dos quarenta. Norberto, com um passe vertical, descobriu Tony na área. Este virou-se para a baliza e desviou do guardião fazendo o 1-6.
“Antooooooooonio” ouviu-se a plenos pulmões, vindo de um “adepto” que empunhava um cartaz de “Dá-me a tua camisola”. Não sabemos como se sentiu o adversário, mas qualquer equipa teria gelado com este apoio vindo da bancada!!!


Pena que até ao final já só faltavam dois minutos, mas ainda deu para mais um golo, com Domingues a bisar.


Sem fazer um grande jogo o Bayern cumpriu o que se lhe pedia. Ganhou, marcou alguns golos e cimentou a liderança.



Reportagem Masterfoot:

Todo-poderoso Bayer Monchique vence Os Titãs em acerto de calendário, e deixa Real Madride mais distante na tabela classificativa.

O Bayer entrou forte na partida e logo aos 47 segundos de jogo atirou ao poste da baliza dos Titãs. O aviso estava dado e pouco depois Norberto quem mais poderia ser abriu a contagem no marcador com um remate forte para o fundo da baliza. A partir do golo os "Bárbaros" adormeceram e deixaram o adversário jogar, que acabaram por empatar a partida aos 9 minutos de jogo com um golo de Ricardo Sousa, golo que teve uma colaboração importante de Ivan Araújo. Até final da primeira parte o perigo rondou as duas balizas, Norberto atirou ao poste e na resposta, Ezequiel em zona privilegiada atirou por cima da baliza de Cesar.

No segundo tempo o Bayer mostrou o seu poder e entrou praticamente a vencer com um golo do capitão Nuno. O 1-3 não demorou muito a surgir no jogo, bailado de Norberto e remate colocado para o fundo da baliza. Os Titãs desapareceram no segundo tempo, e em 10 minutos o Bayer partiu para a goleada com mais 4 golos obtidos, Pedro Domingues bisou, Leandro também deixou a sua marca no encontro, mas o momento alto do jogo foi mesmo o golo do Presidente Tony, bastante saudado.

Vitória justa, destaque para o grande colectivo do Bayer! Nos Titãs, uma primeira parte de bom nível, com Ricardo Sousa em destaque.




A Estrela

Norberto Sousa – nota 7

Voltou a fazer a diferença com mais dois golos e três assistências primorosas.


Os outros bávaros


Todos nota 6

1 comentário:

Leandro Massada disse...

Sem dúvida o Presidente,o homem forte deste grupo como disse o Naldo e MT bem sem ele claramente o Bayern simplesmentejá tinha deixdo d existir e d louvar o seu esforço pra q td corra pelo melhor e claro dentro da quadra um elemento preponderante os 300 jogos reflete isso!!! Parabéns...